Gestão de TI

Saiba como reduzir custos de TI sem perder qualidade

Diante de um cenário de pressão por redução de custos de TI, um dos grandes desafios do gestor dessa área é cortar gastos ao mesmo tempo em que promove o aumento da qualidade dos serviços prestados. Esses dois objetivos, de forma geral, costumam ser vistos como excludentes ou tratados de forma isolada. Hoje, existem formas de trabalho e tecnologias que permitem combinar economia com aumento de qualidade.

Quer saber como? Então, continue a leitura.

Invista em automatização de processos

Muitas empresas dedicam tempo demais e alocam recurso humano para a realização de procedimentos rotineiros como varredura, identificação e correção de falhas em códigos-fonte, monitoramento de redes, backups, entre outros. Entretanto, todas essas tarefas podem ser feitas de forma automática, com considerável redução do tempo gasto na execução e com diminuição de falhas ocasionadas pelo elemento humano, o que pode custar muito caro para o negócio. Esse processo que otimiza a rotina do setor, gera mais horas que podem ser aplicadas em projetos mais complexos, aumentando a qualidade e a produtividade.

Utilize os recursos da nuvem

Hoje, existem muitas formas de se usar a nuvem nos negócios. Todas elas cumprem o objetivo de facilitar a vida dos usuários e dos gestores de TI. Um de seus usos pode ser aplicado em Data Centers, por exemplo, tornando-os mais ágeis (todos os procedimentos técnicos podem ser feitos remotamente), mais seguros (são realizadas atualizações de hardware e de segurança automaticamente e os Data Centers na nuvem são mais estáveis) e práticos (não há a necessidade de se ter servidores físicos que ocupam muito espaço). Outras soluções também podem ser encontradas nos serviços em nuvem, tais como o acesso a softwares sem a necessidade de instalação e com chance de indisponibilidade quase zero e o uso ferramentas que proporcionam a flexibilização do trabalho, permitindo que os profissionais da empresa possam acessar a nuvem e trabalhar de onde estiverem. Muitas são as opções disponíveis e um dos pontos mais vantajosos dessa tecnologia é o fato de que a empresa só paga pelos recursos que utilizar, tendo acesso a tecnologia de ponta, sem desperdício financeiro.

Incentive a prática do BYOD

O Bring Your Own Device (BYOD) é cada vez mais usado no ambiente corporativo. Ao adotar essa prática, a empresa permite que seus funcionários tragam de casa equipamentos pessoais como notebooks, smarthphones e tablets para a realização das suas atividades profissionais. Além de a organização cortar gastos com a aquisição e manutenção, os profissionais tendem render mais, visto que eles possuem maior afinidade com os seus próprios dispositivos.

Invista em equipamentos de qualidade

Muitas vezes, ao tentarem economizar, as organizações optam pela compra do equipamento mais barato. Nesse caso, a máxima de que o barato sai caro, deve ser levada a sério. É muito importante que as gerências de TI se conscientizem de que a sua equipe precisa ter acesso a equipamentos de qualidade, mesmo que ele não tenha o menor preço, caso contrário o desempenho de toda a empresa pode ficar comprometido. Os equipamentos devem ser capazes de atender a todas as demandas sem gerar gargalos ou falhas. Além disso, bons equipamentos demandam menos manutenção, o que reduz, consideravelmente, os gastos com o setor.

Considere trabalhar com outsourcing

De forma geral, o outsourcing em TI consiste no uso de prestadores de serviço externos para se alcançar resultados efetivos. Em outras palavras, é a prática de terceirizar serviços e tarefas estratégicas do setor de TI de uma empresa. Normalmente, a terceirização é indicada para atividades que não fazem parte do produto ou serviço que será entregue, mas que compõe o resultado final, como, por exemplo, a limpeza de equipamentos, manutenção, alimentação, backup, entre outros. Nesses casos, tanto a gestão de infraestrutura quanto a contratação de profissionais para atender a demanda ficam por conta do fornecedor do serviço e a maioria deles oferece soluções para possíveis problemas em tempo integral. A terceirização contribui para a redução de custos com pessoal e, também, para a manutenção ou aumento da qualidade dos serviços.

Utilize mais as possibilidades do SaaS

É comum que organizações de todos os tipos desperdicem dinheiro pagando por pacotes de softwares cheios de possibilidades. A maioria delas pagam caro e só acessam alguns módulos. Economicamente falando, essa é uma prática que não faz sentido. E é aí que entram as vantagens de se usar o Saas (software como serviço). Com esse recurso, a organização passa a pagar apenas pelo que usa e com a vantagem de, no preço final, já estarem inclusos treinamentos, atualizações e manutenções. Trata-se de uma opção com um ótimo ROI.

Ficou convencido de que é possível reduzir os custos mantendo ou, até mesmo, aumentando a qualidade dos serviços prestados, fazendo uma gestão de TI inteligente e financeiramente sustentável? Quer surpreender e apresentar bons resultados por um custo menor? Então dê o primeiro passo e solicite uma cotação do nosso serviço gerenciado em nuvem.

Sobre o Autor

Leandro Lima
Leandro Lima
Leandro Lima é entusiasta da Computação em Nuvem e apaixonado por disseminar conhecimento sobre inovação e novas tecnologias. Especialista em Cibersegurança e Cloud Computing Atualmente exerce a função de Head de Tecnologia e Transformação Digital na DCIT TECNOLOGIA. Possui mais de 25 certificações profissionais em TI, dentre elas, Cisco CCNA / CCNP / ITIL / AWS Technical Professional / AWS Business Professional e AWS Solutions Architect Associate.